1/10
  • RX Portugal

Programa encurtado no arranque de Sever do Vouga

Sexta jornada da época começa com aniversariante Guilherme Nunes, dos Iniciados, a vencer.



Sol e temperaturas muito amenas, assim foi o arranque da sexta jornada do Campeonato de Portugal de Ralicross by Transwhite, em Sever do Vouga, com muito público a marcar presença. Um programa que, na sequência de vários incidentes ao longo das corridas de Qualificação acabaram por levar ao adiamento para domingo das corridas dos Super Cars, do Campeonato de Portugal de Kartcross by Transwhite e Troféu Júnior de Kartcross by Transwhite dada a diminuição de luminosidade que, naturalmente, se começou a fazer sentir no traçado a partir das 19 horas.


Antes disso, e como é tradição, o início das hostilidades teve lugar com os jovens dos Iniciados, que se apresentaram muito aguerridos em pista ao longo das cinco voltas. Um despique e que a vitória na Qualificação 1 deste sábado ficou a cargo do aniversariante Guilherme Nunes, que se impôs a Duarte Camelo. O líder do Campeonato não conseguiu tirar melhor partido da Pole Position e terminou com 8,6s de atraso, com Rafaela Barbosa a garantir o terceiro lugar. Isto depois Gonçalo Rocha ter ficado pelo caminho após um toque quando lutava pela liderança da corrida.


Enquanto isso, nas 2 Rodas Motrizes, Adão Pinto parece ter acabado com a malapata dos sábados, que já por várias vezes esta época se viu a ter de recuperar muito terreno no domingo depois de problemas na Qualificação 1. Desta feita, a Pista do Alto do Raçário trouxe sorte ao Campeão em título e líder da classificação, que levou de vencida o primeiro embate do fim-de-semana. Atrás dele terminou Paulo Reis, a 6,4s de distância, e com Hugo Santos num ainda mais distante terceiro lugar. Isto enquanto Fernando Silva, Andreia Sousa e Bruno Campos ficaram pelo caminho.


No que respeita à Nacional 1.6, assistiu-se a mais uma corrida repleta de azares. Depois de uma má partida para Nuno Queirós, foi a vez de César Tadeu ficar logo na primeira curva, a reduzir a luta a três pilotos. Mas ainda houve mais, com Ricardo Costa a ser mais uma das vítimas da Joker. Com toda a curva de terra molhada e à sombra desde o início das Corridas de Qualificação 1 o piloto acabou por perder ligeiramente o controlo do seu Citroën Saxo e ficou imobilizado sem possibilidades de prosseguir em prova. Com tudo isto, a vitória ficou a cargo de Pedro Rocha, com Queirós a terminar em segundo, a mais de 20 segundos.

434 visualizações0 comentário