• RX Portugal

Lameiro: “Sinto-me como um bebé!”

Atualizado: Out 12

José Lameiro revalidou o título de Campeão de Portugal de Super Car depois de uma temporada com início complicado.



Depois de um arranque de ano menos fácil, em que após o segundo lugar em Lousada veio o nulo na primeira visita a Montalegre na sequência do motor partido na primeira Qualificação, as melhorias surgiram logo em Sever do Vouga, com um Citroën DS3 com configurações de Rally. A solução encontrada enquanto era levada a cabo a recuperação do bloco do Skoda Fabia Super Car.


Depois disso, e já de regresso aos comandos da máquina habitual, José Lameiro acabou por ver o infortúnio dos outros ser o seu benefício. Uma espécie de compensação pelo benefício que acabou por dar aos rivais com os problemas sentidos em Montalegre.


Com a chegada à segunda visita do Campeonato de Portugal de Ralicross by Diatosta a Lousada na liderança da classificação geral, o piloto de Aveiro tinha a possibilidade matemática de fechar as contas do título e acabou por não resistir ao regresso do público ao traçado para o brindar com uma prestação bem mais despreocupada.


“Vínhamos para o fim-de-semana com o propósito com que vimos sempre: continuar a evoluir a afinação do carro e continuar com melhorias em termos de tempo, mas acabámos por prescindir um bocadinho porque o carro estava bom,” começou por admitir José Lameiro.



“Como também nos estávamos a sentir tão bem decidimos, à nossa maneira, aplaudir o regresso do público a Lousada, o que nos levou a rir mais dentro carro e a nos divertirmos, em vez de pensar apenas em melhorar, melhorar, melhorar. Isso às vezes torna as provas um bocado aborrecidas para quem as vê porque tende a ser tudo muito metódico, muito certinho. E hoje não foi nada disso. Hoje saiu, foi uma festa, este público é magnífico, acorreu em força e o tempo ajudou.”


“Foi tudo em beleza, nunca baixámos os braços, não desanimámos... Sinto-me como um bebé!”

234 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
1/12