1/10
  • RX Portugal

Época do RX Portugal está a menos de um mês do início

A espera por mais uma temporada do Campeonato de Portugal de Ralicross está quase a terminar e são várias as novidades que esperam pilotos e fãs em 2022.



Foi há pouco mais de dois meses e meio que pilotos e fãs puderam desfrutar da última corrida de Ralicross de 2021, mas este interregno de acção está prestes a chegar ao fim, não tivesse a temporada de 2022 o início marcado para os dias 2 e 3 de Abril.


Uma época que apresenta algumas novidades, tanto em termos de calendário, como de pilotos. Começando pelas datas das provas, o arranque do ano, ao contrário do que se passou em 2021, tem lugar noutra catedral do Ralicross, em Montalegre. Segue-se Mação, que nesta época recebe a caravana do Campeonato de Portugal de Ralicross por duas vezes, e não apenas uma, enquanto Baltar se apresenta como a grande novidade em termos de pistas.


Só despois destas três jornadas é que Lousada entra em cena, com apenas uma ronda pontuável para o Campeonato, para assinalar precisamente o meio da época. A fase final da temporada volta a começar em Montalegre e Mação, com Sever do Vouga a ter este ano as honras de encerramento do Campeonato. A Taça de Portugal de Ralicross, essa, tem lugar em Lousada já no final de Outubro.


Já no que toca aos pilotos, o Campeão de Super 1600, João Ribeiro, deverá dividir o ano entre o RX Portugal e o Campeonato da Europa, isto numa época em que a mais concorrida e competitiva categoria do Campeonato deverá contar com mais participantes. Um deles será o Campeão dos Iniciados, Jorge Rego, que, depois de uma temporada de domínio absoluto entre os mais novos, vai agora colocar-se à prova contra rivais mais experimentados. Seguramente um nome a seguir ao longo do ano.


Categoria que também contará com novos pilotos é a Nacional 1.6, algo a que a alteração do regulamento em 2021, que passou a permitir a participação de qualquer carro de 1.6 litros, não será alheia. Bem pelo contrário, já que esta reformulação regulamentar pretende, precisamente, abrir a porta a uma série de pilotos cujas máquinas estavam paradas por impossibilidade de correr em outras competições.


Já nas 2 Rodas Motrizes, Adão Pinto deverá lutar pela revalidação do ceptro pela segunda vez consecutiva. Uma tarefa para qual deverá contar com a oposição de novos nomes. Categoria que não deverá sofrer grande alterações é a Super Car, com o bi-Campeão José Lameiro, Joaquim Santos e o italo-sueco Oscar Ortfeldt a responderem à chamada.


Por fim, o Troféu Júnior Kartcross, competição que visa abrir a porta do Kartcorss aos mais jovens, também vai continuar nesta temporada de 2022, provando assim o sucesso que foi ao longo de 2021.


Ainda assim, e antes de tudo isto, há lugar à festa de final de época e de lançamento oficial do Campeonato de Portugal de Ralicross. A Gala RX Portugal, a ter lugar no dia 26 de Março em Lousada, vai servir não apenas para distribuir os prémios aos grandes vencedores de 2021, como também para juntar toda a família do RX Portugal naquele que será o primeiro grande reencontro das estrelas nacionais do Ralicross e Kartcross desde as 6 Horas de Lousada de Ralicross de Dezembro passado.

508 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo