1/10
  • RX Portugal

Duarte Camelo garante o título entre os Iniciados

Sábado deu já a primeira decisão do fim-de-semana com Duarte Camelo a fechar as contas só pelo facto de alinhar para a primeira corrida de Qualificação.



Foi com um verdadeiro dia de Verão de São Martinho que teve início este sábado a derradeira e decisiva jornada do Campeonato de Portugal de Ralicross by Transwhite, com a Pista da Costilha, em Lousada, a ser palco das primeiras emoções fortes, deixando antever um domingo extremamente disputado.


Ao contrário do que é usual, desta feita o arranque das hostilidades esteve a cargo das 2 Rodas Motrizes, com Adão Pinto a deixar muito claro ao que vem. O líder da classificação entrou em prova ao ataque e levou de vencida a corrida de Qualificação 1, dando assim o primeiro passo rumo à tão desejada revalidação do título. Atrás dele terminou Bruno Campos, que precisou de apenas mais 0,243s para efectuar as obrigatórias cinco voltas ao traçado de Lousada. O pódio provisório foi fechado por Luís Moreira. Quem já perdeu todas as aspirações ao título foi Andreia Sousa. A piloto ainda tinha possibilidades matemáticas de voltar a sagrar-se Campeã, mas viu-se arredada da luta depois de partir o motor do seu Peugeot 306 ainda durante os treinos livres desta manhã de sábado.


Já no que toca aos Iniciados, embate muito interessante a cinco e que acabou, na prática, por fechar as contas da corrida ao título, isto porque Duarte Camelo precisava apenas de partir para garantir os pontos necessários parra assegurar o Campeonato. Ainda assim, o jovem piloto não se limitou a cumprir calendário e terminou a prova na segunda posição, se bem que a pouco mais de três segundos de Guilherme Nunes. A terceira posição foi para Rafaela Barbosa, que ainda chegou a liderar a corrida, mas perdeu a posição após a ida à Joker Lap.


Enquanto isso, na Nacional 1.6 entrada ao ataque do líder Ricardo Costa, que levou de vencida as cinco voltas deste sábado com 0,384s de margem sobre o segundo classificado do Campeonato e único com possibilidades de chegar ao título, Pedro Rocha. Jorge Costela, que não pontua, foi terceiro. Quem ficou fora de acção foi António Sousa, que bateu no muro e ficou sem a roda direita do seu Peugeot 106 após o salto da Joker Lap, o que obrigou à apresentação de Bandeiras Vermelhas.


Entretanto, nos Super Cars, José Oliveira, que garantiu o ceptro na pretérita jornada em Sever do Vouga, voltou a rodar sozinho e, como tem feito sempre, voltou a dar espectáculo ao público presente com uma condução muito aguerrida.

156 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo